v. 7, n. 2 (2018)

Polissemia Etnomatemática

O inter-relacionamento de saberes locais com as diversas áreas de conhecimento é
muito importante para que possamos obter informações mais precisas sobre um determinado
campo de estudo. Para que tenhamos condições de abordar com clareza essas inter-relações,
necessitamos compreender os conceitos específicos encontrados em grandes áreas do
conhecimento acadêmico, como, por exemplo, as Ciências e a Matemática, que podem estar
respaldadas por outros campos de pesquisas denominados Etnociências e Etnomatemática.
Para esse número temático, propomos discutir o surgimento de algumas terminologias
importantes com relação a determinadas áreas de pesquisa denominadas etno-x, pautando-nos
em um estudo bibliográfico que tem, como temática central, a tentativa de compreender a
polissemia de significados para o termo etno para ressaltarmos o nosso objetivo principal que
é avançarmos nos estudos e compreensões da etnomatemática como um programa de pesquisa
e a sua relação polissêmica com outros campos do conhecimento.
De uma maneira geral, com relação à etnociência, partiremos do termo genérico etnox,
no qual x denomina uma determinada disciplina ou campo de estudo pertencente à
classificação metodológica do conhecimento acadêmico enquanto etno refere-se aos membros
de grupos culturais distintos, que são identificados por meio de suas tradições, códigos de
conduta, símbolos, mitos e pelas maneiras distintas de raciocinar e inferir (D’AMBROSIO,
1990). Nesse direcionamento, o prefixo etno é polissêmico, pois adquire um conceito mais
abrangente do que a definição de etnia.
Em suas origens, as pesquisas e investigações relacionadas com os campos de
conhecimento etno-x enfatizaram os aspectos linguísticos e taxonômicos, relegando a um
segundo plano a diversidade e a dinâmica das relações dos membros de uma determinada
cultura com o ambiente natural no qual estão inseridos (D’OLNE CAMPOS, 2002).
Desse modo, a proposta desse número temático é mostrar a polissemia do programa
etnomatemática com outros campos de conhecimento, como, por exemplo, a filosofia, a
sociologia, a educação matemática, as ciências, a sociologia, bem como com outras
tendências como a educação inclusiva, a história da matemática, a modelagem, a educação
financeira e as tecnologias.

Milton Rosa e Daniel Clark Orey

Editores Convidados




Sumário

FICHA CATALOGRÁFICA

MILTON ROSA, Daniel Clark Orey
PDF

CORPO EDITORIAL

 
PDF
1-2

EDITORIAL

 
PDF
3-10

ARTIGOS

José Erildo Lopes Júnior Erildo Erildo Júnior
PDF
11-38
Flaviana dos Santos Silva, Divancleide Santos Góes
PDF
39-62
Milton Rosa, Daniel Clark Orey
PDF
63-98
Simão Pedro Mateus Selezi, Jaime Carvalho Silva
PDF
99-126
Fabrício de Souza de Oliveira, Zulma Elizabete de Freitas Madruga
PDF
127-155
camilo fuentes
PDF
156-185
Milton Rosa, Diego Pereira de Oliveira Cortes, Daniel Clark Orey
PDF
186-215
Rodrigo Carlos Pinheiro, Milton Rosa
PDF
216-242
Línlya Sachs, Filipe Santos Fernandes
PDF
243-267