CULTIVO DO GIRASSOL SOB DIFERENTES ESPAÇAMENTOS ENTRE LINHAS NO SEMIÁRIDO PARAIBANO

Gerckson Alves, Antonio Almeida, Ivomberg Magalhães, Francisco Costa, Lucas Costa, Cláudio Silva Soares

Resumo


O girassol (Helianthus annuus L.) é uma cultura que se adapta com facilidade a diferentes condições edafoclimáticas, podendo ser cultivado durante todo ano em várias regiões do Brasil. Nesse sentido, objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento do girassol sob diferentes espaçamentos entre linhas nas condições do semiárido paraibano. O experimento foi desenvolvido em condições de campo no período de outubro de 2009 a janeiro de 2010, no Campus IV da Universidade Estadual da Paraíba, localizado no município de Catolé do Rocha-PB. O delineamento experimental adotado foi o de blocos completos casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições, onde foram estudados os efeitos de cinco espaçamentos (0,5 x 0,3m; 0,6 x 0,3m; 0,7 x 0,3m; 0,8 x 0,3m e 0,9 x 0,3m). As variáveis analisadas foram: altura da planta (m), diâmetro do caule (mm), número de folhas (ud planta-1) e área foliar (cm2), diâmetro do capítulo (cm), número de aquênios por capítulo (ud capítulo-1), e produtividade de aquênios (kg ha-1). Os dados das variáveis foram submetidos à análise de variância, a comparação de médias foi feita pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. O espaçamento de 0,5 x 0,3 m proporcionou a maior produtividade de aquênios, comprovando a viabilidade da adoção de espaçamentos reduzidos no cultivo de girassol nas condições do semiárido paraibano.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.