Comportamento da cultura do pimentão submetido a diferentes níveis de salinidade

Francisco Hélio Alves de Andrade, Carla Sabrina Pereira de Araújo, William Fernandes Batista, José Avelino Queiroga Neto, Ériton Eriberto Martins Dantas, Raimundo Andrade

Resumo


O presente trabalho objetivou-se estudar diferentes níveis de salinidade na água de irrigação na cultura do pimentão. O experimento foi desenvolvido em ambiente protegido com cultivar All Big, no período de 14 de novembro de 2013 a 25 de fevereiro de 2014, na Escola Agrotécnica do Cajueiro, pertencente à Universidade Estadual da Paraíba, Campus IV, Catolé do Rocha/PB, (6020’38’’ S; 37044’48’’ W) e uma altitude de 275 metros acima do nível do mar. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado (DIC), com cinco tratamentos (S1= 1,0; S2= 1,5; S3= 2,0; S4= 2,5 e S5= 3,0 dSm-1) e 7 repetições. A cultura do pimentão All Big mostra – se sensível à salinidade na água de irrigação, por sua vez a variável altura de planta registrou uma maior resistência quando comparado as demais variáveis de 2,2 dSm-1. Já o número de folhas mostrou não ser tolerável a nem um nível de salinidade.


Texto completo:

PDF

Referências


AKTAS, H.; ABAK, K.; CAKMAK, I. Genotypic variation in the response of pepper to salinity. Scientiae Horticulturae, v.110, n.3, p.260-266, 2009.

ANDRADE, J. R.; MAIA JUNIOR, S. O.; SILVA, P. F.; BARBOSA, J. W. S.; NASCIMENTO, R.; SOUSA, J. S. Crescimento inicial de genótipos de feijão caupi submetidos à diferentes níveis de água salina. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido,v. 9, n. 4, p. 38 - 4, 2013.

AYERS, R.S.; WESTCOT, D.W. A qualidade da água para irrigação. Campina Grande: Universidade Federal da Paraíba. 1999. 153p. Tradução de GUEYI, H.R.; MEDEIROS, J.F.; DAMASCENO, F.A.V. (Estudos FAO: Irrigação e Drenagem, 29. Revisado).

FERREIRA, D. F. Sisvar Versão 5.0. Lavras: UFLA, 2007.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo Manual de Olericultura: Agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa, Editora da UFV. 402p, 2000.

IYENGAR, E.R.R.; REDDY, M.P. Photosynthesis in highly salt olerant plants. In: PESSARAKLI, M. (ed.) Handbook of photosynthesis. Baten Rose: Marshal Dekar, 1996. p. 897-909.

LACERDA, C.F.; CAMBRAIA, J.; CANO, M.A.O.; RUIZ, H.A.; PRISCO, J.T. Solute accumulation and distribution shoot and leaf development in two sorghum genotypes under salt stress. Enviromental and Experimental Botany, v.49, p.107-120, 2003.

LIMA, G. S.; NOBRE, R. G.; GHEYI, H. R.; SOARES, L. A. A.; SILVA, S. S. Respostas morfofisiológicas da mamoneira, em função da salinidade da água de irrigação e adubação nitrogenada. Irriga, Botucatu, v. 19, n. 1, p. 130-136, janeiro-março, 2014.

LIMA, L. A.; OLIVEIRA, F. A.; ALVES, R. C.; LINHARES, P. S. F.; MEDEIROS, A. M. A.; BEZERRA, F. M. S. Tolerância da berinjela à salinidade da água de irrigação. Revista Agro@mbiente On-line, v. 9, n. 1, p. 27-34, 2015.

LIMA, P. A.; MONTENEGRO, A. A. A.; LIRA JUNIOR, M. A.; SANTOS, F. X.; PEDROSA, E. M. R. Efeito do manejo da irrigação com água moderadamente salina na produção de pimentão. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. v.1, n. único, p.73-80, 2006.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plants. London: Academic Press, 1995. 889p.

MEDEIROS, J. F.; LISBOA, R. A.; OLIVEIRA, M.; SILVA JÚNIOR, M. J.; ALVES, L. P. Caracterização das águas subterrâneas usadas para irrigação na área produtora de melão da Chapada do Apodi. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v.7, p.469-472, 2003.

MUNNS, R. Genes and salt tolerance: bringing them together. New Phytologist, v. 167, n. 03, p. 645-663, 2005.

NASCIMENTO, L. B.; MEDEIROS, J. F.; ALVES, S. S. V.; LIMA, B. L. C.; SILVA, J. L. A. Desenvolvimento inicial da cultura do pimentão influenciado pela salinidade da água de irrigação em dois tipos de solos. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.11, n.1, p37-43, 2015.

OLIVEIRA, F. A.; CARRILO, M. J. S.; MEDEIROS, J. F.; MARACÁ, P. B.; OLIVEIRA, M. K. T. Desempenho de cultivares de alface submetidas a diferentes níveis de salinidade da água de irrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.15, n. 8, p.771-777, 2011.

OLIVEIRA, F. A.; GUEDES, R. A. A.; GOMES, L. P.; BEZERRA, F. M. S.; LIMA, L. A.; OLIVEIRA, M. K. T. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.19, n.3, p.204–210, 2015.

OLIVEIRA, F. A.; OLIVEIRA, M. K. T.; LIMA, L. A.; BEZERRA, F. M. S.; GONÇALVES, A. L. Desenvolvimento inicial do maxixeiro irrigado com águas de diferentes salinidades. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.8, n.2, p.22-28, 2012.

OLIVEIRA, F. A.; PINTO, K. S. O.; BEZERRA, F. M. S.; LIMA, L. A.; CAVANCANTE, A. L. G.; OLIVEIRA, M. K. T.; MEDEIROS, J. F. Tolerância do maxixeiro, cultivado em vasos, à salinidade da água de irrigação. Revista. Ceres, Viçosa, v. 61, n.1, p. 147-154, 2014.

OLIVEIRA, F. DE A.; CAMPOS, M. DE S.; OLIVEIRA, F. R.A; OLIVEIRA, M. K T. DE; MEDEIROS, J. F. DE; MELO, T. K. DE. Desenvolvimento e concentração de nitrogênio, fósforo e potássio no tecido foliar da berinjela em função da salinidade. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.6, n.1, p.37-45, 2011.

QUEIROGA, R. C. F. et al. Germinação e crescimento inicial de híbridos de meloeiro em função da salinidade. Horticultura Brasileira, v.24, n.3, p.215-319, 2006.

SILVA, J. L. A.; ALVES, S. S. V.; NASCIMENTO, L. B.; MEDEIROS, J. F.; TARGINO, A. J. O.; LINHARES, P. Teores foliares no pimentão submetido à estrese salino em diferentes solos. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v. 10, n. 2, p. 77-82, 2014.

ARAÚJO, D. L.; ARAÚJO, D. L. ; MELO, E. N.; SANTOS, J. G. R.; AZEVEDO, C. A. V. Crescimento do pimentão sob diferentes concentrações de biofertilizante e lâminas de irrigação. Revista Verde, v 9. , n. 3 , p. 172 - 181, 2014.

ARAÚJO, J. S.; ANDRADE, A. P.; RAMALHO, C. I.; AZEVEDO, C. A. V. Cultivo do pimentão em condições protegidas sob diferentes doses de nitrogênio via fertirrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.13, n.5, p.559–565, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.