ESTADO ATUAL DA LAGOQUILASCARÍASE HUMANA NO BRASIL

Tulio Chaves Mendes

Resumo


Helmintos do gênero Lagochilascaris causam uma parasitose emergente, rara e potencialmente grave. Na literatura, encontram-se descritas cinco espécies do gênero, sendo Lagochilascaris minor a única associada à infecção humana. No Brasil são observados mais de 90% dos registros de lagochilascaríase humana mundial. As principais formas de contaminação é a ingestão de carne crua ou mal cozida de animais silvestres contendo larvas encistadas do parasito e/ou ingestão de larvas infectantes, juntamente com água de bebida contaminada com fezes de hospedeiro silvestre. Neste trabalho foi realizada uma revisão integrativa de literatura sobre o parasita Lagochilascaris minor. A busca nos bancos de dados foi realizada com a utilização do portal Capes, nas bases ScieLO, ScienceDirect e LILACS indexados nos últimos 100 anos. Um dos critérios de inclusão foi seleção de artigos com acesso ao texto completo. A busca retornou 122 publicações e depois de aplicados os critérios de inclusão e exclusão, 35 trabalhos foram selecionados para participar da pesquisa, denotando a escassez de publicações sobre o tema. A lagochilascaríase é uma doença de evolução crônica cujo processo infeccioso pode persistir por vários anos, sobretudo quando o verme se aloja no tecido subcutâneo do pescoço, seios paranasais e mastoide. O parasita realiza autoinfecção no ser humano e isso leva à cronificação da doença. A migração do parasito, por meio dos tecidos, origina lesões secundárias próximas ou distantes do abscesso inicial, formando verdadeiros túneis nos tecidos comprometidos, demonstrando que o parasito apresenta intensa capacidade de lisar os tecidos dos hospedeiros definitivos. Apesar dos avanços na pesquisa científica, s.m.j., a maior parte dos profissionais em saúde das áreas endêmicas desconhece este parasito. É necessário o conhecimento para que sejam tomadas medidas no sentido de reduzir a contaminação dos ambientes, evitando assim a disseminação dessa parasitose nos possíveis hospedeiros envolvidos.

Palavras-chave


Lagochilascaris minor; Epidemiologia; Parasito; Zoonoses.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILAR-NASCIMENTO, J. E. et al. Infection of the soft tissue of the neck due to Lagochilascaris minor. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, v. 87, n. 2, p. 198, 1993.

AQUINO, R. T. R. et al. Lagochilascariasis leading to severe involvement of ocular globes, ears and meninges. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, São Paulo, v. 50, n. 6, p. 355-358, Dec. 2008.

ARTIGAS, P. T. et al. Sobre um caso de parasitismo humano por Lagochilascaris minor Leiper, 1909, no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Inst Med Trop Sao Paulo, v. 10, p. 78-83, 1968.

BARBOSA, A. P. et al. Lagochilascaris minor third-stage larvae secrete metalloproteases whit specificity for fibrinogen and native collagen. Microbes Infect., v. 8, n. 12-13, p.2725-32. Oct 2006.

BARRERA-PÉREZ, M. et al. Lagochilascaris minor Leiper, 1909 (Nematoda: Ascarididae) in Mexico: three clinical cases from the Peninsula of Yucatan. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 54, n. 6, p. 315-317, 2012.

BENTO, R. F. et al. Human lagochilascariasis treated sucessfully with ivermectin: a case report. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 35, n. 4, p. 373-375, 1993.

CALDEIRA, N. M. S. Padronização de ensaio imunoenzimático e cinética de produção de anticorpos das classes IgM, IgG e IgA na Lagochilascaríase murina experimental. 2005. 60 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) – Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2005.

CALVOPIÑA, M. et al. Treatment of human lagochilascariasis with ivermectin: first case report from Ecuador. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, v. 92, n. 2, p. 223-224, 1998.

CAMPOS, D. M. B. et al. Experimental life cycle of Lagochilascaris minor Leiper, 1909. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, São Paulo, v. 34, n. 4, p. 277-287, Aug. 1992.

CAMPOS, D. M. B. et al. Lagochilascaríase humana. Registro de um novo caso procedente do sul do Pará. Rev. Pat. Trop., v. 24, n. 2, p. 313-322. Jul/dez 1995.

CAMPOS, D. M. B. Lagochilascaríase. In: Cimerman e Cimerman. Parasitologia Humana e seus fundamentos gerais. São Paulo: Atheneu, p.315-327, 1999.

CAMPOS, D. M. B. Lagochilascaris. In: NEVES, D. P. Parasitologia humana. 13. ed., São Paulo: Atheneu, p. 443-446, 2016.

CAMPOS, D. M. B. et al. Human lagochilascariasis – A rare helminthic disease. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 11, n. 6, p. 13–15, 2017.

COSTA, H. M. A. et al. Lagochilascaris minor Leiper, 1909 (Nematoda Ascarididae) from human origin. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 28, n. 2, p. 126-130, 1986.

DOUMA, J. A. J. et al. Case Report: A case of lagochilascariasis in Suriname with the involvement of the ENT system and the skull base. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 95, n. 1, p. 88–91, 2016.

FARIA, C. F. P. et al. Lagoquilascaríase com invasão de coluna cervical. J. bras. med, v. 80, n. 6, p. 24-6, 2001.

GUIMARÃES, V. C. et al. Otomastoidite por Lagochilascaris minor em Criança: Relato de Caso. Arq. Int. Otorrinolaringol., São Paulo, v.14, n.3, p. 373-376, Sept. 2010.

INTEGRATING neglected tropical diseases into global health and development: fourth WHO report on neglected tropical diseases. Geneva: World Health Organization; 2017.

MONCADA, L. I. et al. Lagochilascaris minor in a patient from the Colombian Amazon: a case report. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 40, n. 6, 1998.

MONTEIRO, A. V. et al. Infecção humana por Lagochilascaris minor Leiper 1909, no Vale do Ribeira, estado de SÃo Paulo, Brasil (Relato de Caso). Rev. Inst. Adolfo Lutz, p. 269-272, 2004.

MORAES, M. A. P.; ARNAUD, M. V. C.; LIMA, P. E. New cases of human infection by Lagochilascaris minor Leiper, 1909, found in the State of Pará, Brazil. Rev Inst Med Trop São Paulo, São Paulo, v. 25, n. 3, p. 139-146, May-Jun 1983.

MORAES, M. A. P. et al. Infecção pulmonar fatal por Lagochilascaris sp., provavelmente Lagochilascaris minor Leiper, 1909. Rev. Inst. Med. Trop. São Paulo, São Paulo, v. 27, n. 1, p. 46-52. Jan-fev 1985.

NEVES, D. P. et al. Parasitologia humana. 13. ed., São Paulo: Atheneu, 2016.

ORIHUELA, R. et al. Lagochilascariasis humana en Venezuela: descripción de un caso fatal. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 20, n. 4, p. 217-221, 1987.

PAÇÔ, J. M., CAMPOS, D. M. B. Lagochilascaris minor Leiper, 1909: Nove décadas de revisão bibliográfica. Rev. Patol. Trop., v. 27, n. 1, p.11–34. Jan-jun 1998.

PALHETA-NETO, F. X. et al. Contribuição ao estudo da lagoquilascaríase humana. Rev. Bras. Otorrinolaringol., São Paulo, v. 68, n. 1, p. 101-105, Maio 2002.

PRUDENTE, M. F. S. Lagochilascaríase experimental em camundongos A/J e B10.A. 2006. 98 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) – Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2006.

REY, L. Bases da parasitologia médica. 3. ed., Guanabara Koogan, São Paulo, 2011.

ROCHA, A. Estabelecimento e desenvolvimento do Lagochilascaris major (Leiper, 1910) em camundongos e felinos infectados experimentalmente. 2002. 115 f. Dissertação (Mestrado em Veterinária e Zootecnia) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

ROIG O. R., J. L. et al. Otomastoidititis with right retroauricular fistula by Lagochilascaris minor. Brazilian journal of otorhinolaryngology, v. 76, n. 3, p. 407-407, June 2010.

SANTOS, M. A. Q. et al. Lagochilascaris minor (Leiper, 1909) em abscesso dentário em Goiânia. Rev. patol. trop, v. 16, n. 1, p. 1-6, 1987.

SOUZA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, R. Integrative review: what is it? How to do it? Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-6, 2010.

SPRENT, J. F. A. Speciation and development in the genus Lagochilascaris. Parasitology, v. 62, n. 1, p 71-112. 1971a.

SPRENT, J. F.A. A note on Lagochilascaris from the cat in Argentina. Parasitology, v. 63, n. 1, p. 45-48, 1971b.

VELOSO, M. G. P. et al. Human lagochilascariasis: about three cases found in the Federal District, Brazil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 34, n. 6, p. 587-591, 1992.

VIEIRA, A.P.T. Caracterização histológica de vermes adultos machos de Lagochilascaris minor. 2012. 71 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical e Saúde Pública) – Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.

VOLCAN, G. S.; MEDRANO, C. E.; PAYARES, G. Experimental heteroxenous cycle of Lagochilascaris minor Leiper, 1909 (Nematoda: Ascarididae) in white mice and in cats. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 87, n. 4, p. 525-532, 1992.

YAMAGUTI, S. Systema Helminthum, vol 3, The nematode of vertebrates. Science, v. 141, n. 3584, p. 897, Sep 1963.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.