O DIREITO A QUALIDADE DE VIDA E GESTORES AMBIENTAIS

Patrícia dos Santos Farias, Julie Eugenio da Silva Francisco, Gelsiane Milena Tenório Ribeiro de Faria

Resumo


Este trabalho é resultado da presente pesquisa sobre o direito a qualidade de vida e gestores ambientais, visto que se sabe que as condições climáticas e os grandes desastres naturais estão relacionados à degradação que o meio ambiente tem sofrido. Assim, entre os impactos ambientais podemos citar as transformção das paisagens como a indústrialização, a exploração do uso do solo em sítios urbanos e nos recursos naturais, de acordo com o seu dispendioso consumismo. Enfim, tudo isso advém da busca desenfreada de qualidade de vida em curto prazo, sendo que de modo irrefletido. O nosso objetivo é investigar os órgãos públicos competentes para resguardar e proteger o meio ambiente à luz da Constituição Federal Brasileira de 1988, no sentido de promover políticas públicas relacionadas à educação ambiental, inserindo a inclusão social na conscientização do bom uso comum da natureza.

Palavras-Chave: Qualidade de Vida; Administradores Ambientais; Educação Ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20887/rdtv.ccj.2015.v7i3p107-122

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista indexada na Rede Virtual de Bibliotecas (RVBI) do Senado Federal (número no Open Journal Sistem sistema 000820283 ), no LATINDEX -Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Diretório e Catálogo - folio 13141), SEER, no IBICT, no Directory of Open Access Journals (DOAJ), no Diadorim/ibict, Sumários.org e no Public Knowledge Project (PKP).