A REVITALIZAÇÃO COMO CATALISADOR DE TRANSFORMAÇÃO - UM CONCEITO APLICADO A ESPAÇOS DO MUNICIPIO DE PATO BRANCO – PR

raiana ralita ruaro tavares, Gilson Ditzel Santos

Resumo


O presente artigo tem o intuito de colaborar no debate em relação a importância da revitalização urbana para transformação de espaços. Por meio de pressupostos teóricos, relacionando a importância da revitalização e do comportamento e percepção humana neste processo de transformações.  Diante disso, apresentam-se dois casos de revitalização urbana, O largo da Liberdade e a Praça Presidente Vargas, ambos localizados no Município de Pato Branco – PR. Além da apresentação de estudo de caso, a metodologia aplicada, consiste também em um questionário com uma amostra de 19 estudantes. A finalidade deste consiste em verificar de que forma esses espaços revitalizados são utilizados e como a percepção do usuário pode vir a influenciar sobre os mesmos. A coleta de dados foi mediante questionário com respostas fechadas. Os resultados apontam a importância da revitalização de um espaço urbano visando aprimorar o uso deste e a relevância para os usuários das cidades, além disso, demonstram a necessidade de critérios de segurança e manutenção como condições de uso. A finalidade deste trabalho teve como permissa demonstrar a importância da revitalização como possibilidade de desenvolvimento local, evidenciando a relevância do protagonista principal destes espaços, ou seja, o usuário.

Palavras-chave


Revitalização urbana. Transformação Urbana. Comportamento Humano Percepção Ambiental. Desenvolvimento Local.

Texto completo:

PDF

Referências


CARDENAL, J. Praça Presidente Vargas: relação entre espaço público e atores sociais. XVII Enapur, São Paulo, 2017.

CASTELLO, L. A Percepção do Lugar. Porto Alegre: PROPAR - UFRGS, 2007.

CLEMENTE, J. Vazios urbanos e imóveis subutilizados no centro histórico tombado da cidade de João Pessoa. UFPB – João Pessoa, 2012.

DEL RIO, V; OLIVEIRA, L. Percepção ambiental: a experiência brasileira. 2. ed. São Paulo: Studio Nobel, 1999.

GEHL, J. Cidades para pessoas. São Paulo – 2.ed. Perspectiva, 2013.

GLAESER, Edward L. Os centros urbanos: a maior invenção da humanidade: como as cidades se tornam mais ricos, inteligentes, saudáveis e felizes. Tradução Leonrado Abramowicz. Ed: Elsevier, Rio de Janeiro, 2011.

GRINOVER, L. A hospitalidade, a cidade e o turismo. Aleph, São Paulo, 2007.

HOLTZER, W. O lugar na Geografia Humanista. In: Território. Rio de Janeiro, UFRJ, ano IV, n. 7 (jul/dez), 1999.

JACOBS, J. Morte e vida das grandes cidades. – 3 ed. – São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2011.

LEITE, C. AWARD, Juliana di Cesare Marques. Cidades Sustentáveis, Cidades Inteligentes: desenvolvimento sustentável num planeta urbano. Porto Alegre: Bookman, 2012.

_______. Instrumentos urbanos inovadores. Publicada originalmente em ARCOweb em 24 de Maio de 2016.

LERNER, J. Acupuntura urbana. Rio de Janeiro - 6.ed. Record, 2012.

LYNCH, K. A imagem da cidade – São Paulo, 3.ed. Martins Fontes, 2011.

MOURA,D. GUERRA, I. SEIXAS J. FREITAS M. A revitalização urbana: Contributos para a definição de um conceito operativo. Cidades, Comunidades e Territórios. Ed. 12-13. 2006.

OKAMOTO, J. Percepção ambiental e comportamento: visão holística da percepção ambiental na arquitetura e na comunicação. São Paulo: Ed. Mackenzie, 2002.

ONU, ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. 2014. World Urbanization Prospects The 2015 Revision. Disponível em: < https://esa.un.org/unpd/wpp/publications/files/key_findings_wpp_2015.pdf>. Acesso em: 11 de junho de 2018.

ROGERS, Richard. Cidades para um pequeno planeta. Barcelona, 1.ed. Gustavo Gili, 2011.

ZHANG, et. Al. Sustainable urban transformations towards smarter, healthier cities: Theories, agendas and pathways. Journal of Cleaner Production, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18391/req.v20i1.4864

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Qualitas Revista Eletrônica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Qualitas Revista Eletrônica

Campina Grande - PB

ISSN - 1677-4280

Digital Object Identifier (DOI): 10.18391