A ABORDAGEM ONTOLÓGICA E “OS FIOS DE ARIADNE”:

aproximações metodológicas para investigação e análise no Serviço Social

Autores

  • Neyde Jussara Gomes Abdala Rodrigues UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
  • Francisco Rivelino Oliveira Nascimento UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Palavras-chave:

Conhecimento, Método em Marx, Produção de Conhecimento, Serviço Social

Resumo

O presente estudo faz um percurso de revisão teórica,
apresentando os padrões de conhecimentos e suas
determinações históricas. Identifica o método em
Marx enquanto uma ferramenta importante, capaz
de elaborar críticas e categorias com implicações para
a produção de conhecimento. Busca discutir ainda,
sobre a aproximação do Serviço Social com Marx e
sua teoria crítica e como, a partir desta interlocução,
a profissão passou a ser influenciada pelo marxismo,
possibilitando um direcionamento contrário a
vertente conservadora que predominava no seu
interior. O estudo ressalta que a adoção do método
crítico dialético trouxe ganhos inquestionáveis ao
Serviço Social, contribuindo para um adensamento
das produções teóricas na área.

Biografia do Autor

Neyde Jussara Gomes Abdala Rodrigues, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Autor Correspondente: Neyde Jussara Gomes Abdala Rodrigues jussaraabdala@gmail.com

Francisco Rivelino Oliveira Nascimento, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Francisco Rivelino Oliveira Nascimento

qualitas@uepb.edu.br

 

Referências

BULFINCH, Thomas. O livro de ouro da mitologia: histórias de deuses e heróis. Tradução David

Jardim Júnior. – 1. ed. – Rio de Janeiro: Harper Collins, 2018.

GUERRA, Yolanda. A Pós-Graduação em Serviço Social no Brasil: um patrimônio a ser preservado.

In: Temporalis. Brasília (DF): Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social, n. 22,

p. 125-158, 2011.

IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação

profissional. 19ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Tradução de Célia Neves e Alderico Toríbio. – 2. ed. – Rio de

Janeiro: Paz e Terra, 1976.

MARX, Karl. A ideologia alemã. Tradução de Luis Claudio de Castro e Costa. – 1. ed: São Paulo,

Martins Fontes, 1998.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política – livro I o processo de produção do capital.

Tradução de Rubens Enderle. – 1. ed. Boitempo, 2013.

MARX, Karl. Para a crítica da economia política. Versão para Ebook, - 1. ed. Ridendo Castigat

Mores, 1999.

NETTO, José Paulo. Transformações societárias e Serviço Social – notas para uma análise

prospectiva da profissão no Brasil. In: Serviço Social e Sociedade. n.50. São Paulo: Cortez Editora,

P. 413-429.

NETTO, José Paulo. A construção do projeto ético-político do Serviço Social frente à crise

contemporânea. Capacitação em Serviço Social e política social: módulo 1: Crise contemporânea,

questão social e Serviço Social. Brasília: CEAD,1999.

NETTO, José Paulo. O movimento de reconceituação: 40 anos depois. Serviço Social & Sociedade.

São Paulo, ano 26, n. 84, p. 5-20, nov. 2005.

NETTO, José Paulo. A construção do Projeto Ético-político do Serviço Social. In: MOTA, Ana

Elizabete da et al. Serviço Social e Saúde: formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez,

, p. 1-22.

NETTO, José Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. – 1. ed. – São Paulo: Expressão

Popular, 2011.

SETUBAL, Aglair Alencar. Desafios à pesquisa no serviço social: da formação acadêmica à prática

profissional. In: Revista Katálysis. Florianópolis: UFSC, v. 10, n.esp., p.64-72, 2007.

SILVA, Alessandra Ximenes; MATIAS, Thaísa Simplício Carneiro. NÓBREGA, Mônica Barros.

Pesquisa e conhecimento da realidade no Serviço Social. In: Temporalis. Brasília (DF): Associação

Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social, n.35, p. 105-118, 2018.

SILVA, Maria Ozanira da Silva e et al. A pesquisa, a produção e a divulgação do conhecimento dos

programas de Pós-graduação na área de Serviço Social. In: CARVALHO, D.B.B.de; SILVA, M.O. da

S. e. (Orgs.). Serviço Social, pós-graduação e produção do conhecimento no Brasil. São Paulo:

Cortez, 2005.

SILVA, José Fernando Siqueira da. Pesquisa e produção do conhecimento em Serviço Social.

Revista Textos & Contextos: Porto Alegre v. 6 n. 2 p. 282-297. jul./dez. 2007. Disponível em:

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/2319/3248. Acesso em: 05

de outubro de 2020.

SIMIONATTO, Ivete. As Abordagens Marxistas no Estudo dos Fundamentos no Serviço Social. In:

GUERRA, Yolanda; et al. (Orgs.). Serviço Social e Seus Fundamentos: conhecimento e crítica.

Campinas: Papel Social. 2018.

SPOSATI, Aldaíza. Pesquisa e produção de conhecimento no campo do serviço social. Revista

Katálysis: Florianópolis, v. 10, n.esp., p. 15-25, 2007.

TONET, Ivo. Método científico: uma abordagem ontológica. 1. ed. – São Paulo: Instituto Lukács,

Arquivos adicionais

Publicado

11-08-2023

Como Citar

RODRIGUES, N. J. G. A.; NASCIMENTO, F. R. O. A ABORDAGEM ONTOLÓGICA E “OS FIOS DE ARIADNE”: : aproximações metodológicas para investigação e análise no Serviço Social. QUALITAS REVISTA ELETRÔNICA, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 4–19, 2023. Disponível em: https://revista.uepb.edu.br/QUALITAS/article/view/2456. Acesso em: 1 out. 2023.