A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NO BRASIL:

expansão orçamentária e refuncionalização

Autores

  • Mayéwe Elyênia Alves UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
  • Jordeana Pereira Davi UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Palavras-chave:

Crise Capitalista, Fundo público, Política de Assistência Social

Resumo

Neste artigo, busca-se analisar, por meio de pesquisa
bibliográfica e documental, as inflexões do atual
estágio de acumulação capitalista no fundo público
e na política social, tomando como referência a
condição da política de assistência social brasileira
durante os governos do Partido dos Trabalhadores
(PT), no período de 2005 a 2013, que apresenta uma
tendência de expansão, gradual e contínua, do seu
orçamento e do seu financiamento, acompanhada
de uma centralidade no rol das políticas sociais.
Indica-se que a Assistência Social brasileira tem
imprimido funcionalidades ao capital, através de
sua intervenção compensatória nas expressões da
“questão social” e de sua promoção ao mercado, pois
vem sendo essencial na busca por novos campos de
obtenção de lucros no Brasil, por meio de respostas
ao forte processo de desemprego com precarização
do trabalho e estímulo à economia local.

Biografia do Autor

Mayéwe Elyênia Alves, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Autor Correspondente: Mayéwe Elyênia Alves mayewe_pb@hotmail.com

Jordeana Pereira Davi, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Jordeana Pereira Davi

qualitas@uepb.edu.br

Referências

ANTUNES, Ricardo. A crise, o desemprego e alguns desafios atuais. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n.

, p. 632-636, out./dez. 2010.

BARBOSA, Attila Magno e Silva; ORBEM, Juliani Veronezi. “Pejotização”: precarização das relações

de trabalho, das relações sociais e das relações humanas. Revista Eletrônica do Curso de Direito

da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 10, n. 2, 2015. Disponível em: https://www.

researchgate.net/publication/304198630_PEJOTIZACAO_PRECARIZACAO_DAS_RELACOES_DE_

TRABALHO_DAS_RELACOES_SOCIAIS_E_DAS_RELACOES_HUMANAS. Acesso em: 18 abr. 2020.

BEHRING, Elaine Rosseti. Ajuste fiscal permanente e contrarreformas no Brasil da redemocratização.

In: SALVADOR, Evilásio; BEHRING, Elaine Rosseti; LIMA, Rita de Lourdes (Org.). Crise do capital

e fundo público: implicações para o trabalho, os direitos e a política social. São Paulo: Cortez,

BEHRING, Elaine Rosseti; BOSCHETTI, Ivanete. Política Social: fundamentos e história. São Paulo:

Cortez, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Promulgada em 5 out. 1988.

BRASIL. Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Brasília, janeiro de 2015.

BRASIL. Lei Nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993. (Lei Orgânica da Assistência Social - Loas).

Dispõe sobre a organização da Assistência Social e dá outras providências. Diário Oficial [da

República Federativa do Brasil], Brasília, DF, 8 dez. 1993.

BRASIL. Plano Diretor de Reforma do Aparelho do Estado (PDRE). Brasília, novembro de 1995.

BRASIL. Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Caderno Suas nº 6:

Financiamento da Assistência Social no Brasil. Publicado em nov. 2013. Disponível em: http://

www.mds.gov.br/assistenciasocial/secretaria-nacional-de-assistencia-social-snas/cadernos/

caderno-suas-no-6-financiamento-da-assistencia-social/Caderno_SUAS-no06_final.pdf.

pagespeed.ce.ITkZaFlImm.pdf. Acesso em: 3 jul. 2015.

BRASIL. Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Consumo de bens duráveis

aumenta por causa do Bolsa Família. Publicado em 2008. Disponível em: http://www.mds.gov.

br/saladeimprensa/noticias/2008/fevereiro/consumo-de-bens-duraveis aumenta-por-causa-dobolsa-

familia. Acesso em: 3 jul. 2015.

CASTELO, Rodrigo. O social-liberalismo e a globalização da “questão social”. In: CONFERENCIA

INTERNACIONAL “LA OBRA DE CARLOS MARX Y LOS DESAFÍOS DEL SIGLO XXI, 4., 2008, Havana,

Anais..., Instituto de Filosofia de La Habana, 2008.

DAVI, Jordeana; SERPA, Moema Amélia; SILVA, Sheyla Suely de Souza; MEDEIROS, Geraldo;

SANTOS, Maria Aparecida Nunes dos. A Seguridade Social em tempos de crise do capital: o

desmonte de seu orçamento. Revista Ser Social, Brasília, v. 12, n. 26, jan.-jun. 2010. Disponível

em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/12707. Acesso em: 26 abr.

ESCOLA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (ENAP). Orçamento Público: Conceitos

Básicos. Brasília, 2014. Disponível em: https://repositorio.enap.gov.br/bitstream/1/2209/1/

Or%C3%A7amento%20P%C3%BAblico%20Conceitos%20B%C3%A1sicos%20-%20

M%C3%B3dulo%20%20%284%29.pdf. Acesso em: 23 abr. 2020.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992.

IAMAMOTO, Marilda. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e

questão social. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

IPEA. Carta Conjuntura. Brasília: março de 2015. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/

images/stories/PDFs/conjuntura/150430_cc_abr2015_financas_publicas.pdf. Acesso em: 30 jul.

LÊNIN, Vladimir. O Imperialismo: Fase superior do Capitalismo. São Paulo: Global, 1979.

MANDEL, Ernest. A Crise do Capital. São Paulo: Ensaio, 1990.

MANDEL, Ernest. O capitalismo tardio. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política. São Paulo: Civilização Brasileira, 2006. (Livro

I. v. 2).

MÉSZÁROS, Istevan. Para além do capital. São Paulo: Cortez, 2011.

MOTA, Ana Elisabete. O mito da Assistência Social. São Paulo: Cortez, 2010.

MOTA, Ana Elisabete. Cultura da Crise e Seguridade Social. São Paulo: Ed. Cortez, 2005.

NETTO, José Paulo. Uma face contemporânea da barbárie. In: ENCONTRO INTERNACIONAL

“CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE”, 3., Serpa, 30 out. a 1º nov. 2010. Anais... 2010.

NETTO. J. P. N. Capitalismo monopolista e Serviço Social. São Paulo: Ed. Cortez, 2009.

OLIVEIRA, Francisco de. Os direitos do antivalor: a economia política da hegemonia imperfeita.

Petrópolis: Vozes, 1998.

ORHANGAZI, Özgür. Financialization and capital accumulation in the nonfinancial corporate

sector: A theoretical and empirical investigation on the US economy: 1973-2003. Cambridge

Journal of Economics, Cambridge, v. 32, i. 6, p. 863-886, nov. 2008.

PNAD. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: síntese de indicadores 2014 / IBGE,

Coordenação de Trabalho e Rendimento. - Rio de Janeiro: IBGE, 2015.

SALVADOR, Evilásio da Silva. Fundo público e seguridade social no Brasil. São Paulo: Cortez,

SALVADOR, Evilásio da Silva. Fundo Público no Brasil: financiamento e destino dos recursos da

Seguridade Social no Brasil (2000 a 2007). 2008. 395 f. Tese (Doutorado em Política Social) –

Universidade de Brasília (UnB), Brasília, 2008.

SANTOS, Mayéwe Elyênia Alves dos. A refuncionalização da política de assistência social

brasileira: uma análise a partir do seu orçamento e financiamento. 2015. 97 f. Dissertação

(Mestrado em Serviço Social) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Estadual da

Paraíba (UEPB), Campina Grande, 2015.

SILVA, Sheyla Suely de Souza. Entre a expansão do capital e a proteção ao trabalho: contradições

da Assistência Social brasileira no governo neodesenvolvimentista. 2012. 265 f. Tese (Doutorado

em Serviço Social) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Pernambuco

(UFPE), Recife, 2012.

SITCOVSKY, Marcelo. Particularidades da expansão da Assistência Social no Brasil. In: MOTA, A. E.

O mito da Assistência Social. São Paulo: Cortez, 2010.

Arquivos adicionais

Publicado

11-08-2023

Como Citar

ALVES, M. E.; DAVI, J. P. A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NO BRASIL:: expansão orçamentária e refuncionalização. QUALITAS REVISTA ELETRÔNICA, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 63–81, 2023. Disponível em: https://revista.uepb.edu.br/QUALITAS/article/view/2459. Acesso em: 22 jul. 2024.