ENTRE A PERMEABILIDADE E O INSULAMENTO: ANÁLISE DA CAPACIDADE POLÍTICA RELACIONAL DO MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES

Autores

  • Danniele Varella Rios UFPR

Palavras-chave:

capacidade político relacional, Ministério das Relações Exteriores, mecanismos de participação

Resumo

Com o objetivo de contribuir com a discussão sobre a descentralização do Ministério das Relações Exteriores (MRE) o presente artigo traz, a partir do conceito de capacidade político relacional, uma análise da relação desse Ministério com a sociedade civil organizada, representada pelo grupo de interesse Coalizão Empresarial Brasileira (CEB) durante as negociações comerciais entre Mercosul e União Europeia, partindo da hipótese de que o MRE para se tornar mais responsivo, tem aprimorado sua capacidade político relacional. No artigo é utilizado o método de análise de conteúdo e documental, além da avaliação de indicadores de mecanismos de participação social. Conclui-se pela capacidade político relacional do MRE no que se refere à existência e efetividade de mecanismos informais de participação da sociedade civil. No entanto a análise traz à tona a necessidade de aprofundamento sobre a relação interministerial na condução da política comercial brasileira, a fim de investigar de que forma a capacidade político relacional do MRE pode ser aprimorada para que esteja em consonância com sua autonomia decisória.

 

Downloads

Publicado

2022-12-08

Edição

Seção

Artigos