TIME FOR INCLUSIVE EDUCATION VERSUS ESCOLA SEM HOMOFOBIA: UMA ANÁLISE DOS PROGRAMAS ACERCA DO INCENTIVO À INCLUSÃO E NÃO DISCRIMINAÇÃO DE PESSOAS LGBTQI+ NO BRASIL E NA ESCÓCIA

Autores

  • Daniel do Nascimento Ferreira
  • Kelvin Araújo da Nóbrega Dias

Palavras-chave:

LGBTQI , Poliarquia, Brasil, Escócia

Resumo

Este artigo analisa o projeto Escola sem Homofobia (2011) e a campanha Time for Inclusive Education (2015), no Brasil e na Escócia, respectivamente, nascidos em razão das discriminações sofridas pela população LGBTQI+ e com o fim de promover uma cultura de educação em direitos LGBTQI+. É um estudo de caso comparativo, apoiado nos conceitos de poliarquia de Dahl e Foucault para problematizar os casos e explicar os rumos tomados por cada país quanto à promoção dos direitos LGBTQI+. Discute-se como o Brasil garante os direitos da população LGBTQI+ e combate a LGBTfobia nas escolas, tendo como modelo o projeto escocês. Conclui-se que o Brasil poderia ter sido pioneiro em implantar uma educação inclusiva para a comunidade LGBTQI+, mas a Escócia, em 2018, foi anunciada como o primeiro país do mundo a incluir direitos LGBTQI+ no currículo escolar. Aponta-se, também, que a postura do Estado brasileiro para com a população LGBTQI+ está distante do ideal democrático de Dahl, enquanto a postura do Estado escocês mostra aproximação.

Referências

ARNAUD, André-Jean. (2007) Governar Sem Fronteiras: entre globalização e pósglobalização. Rio de Janeiro: Editora Lumen Júris.

BARRETO, Vicente de Paulo. (2010) Dicionário de filosofia política. São Leopoldo, RS:

Unisinos.

BRASIL. Conselho Nacional de Combate à Discriminação/ Ministério da Saúde (2004).

Brasil Sem Homofobia, publicado em

[http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/brasil_sem_homofobia.pdf]. Disponibilidade:

/11/2018.

______. Ministério da Educação (2011a) Escola sem Homofobia, publicado em

[https://nova-escolaproducao.s3.amazonaws.com/bGjtqbyAxV88KSj5FGExAhHNjzPvYs2V8ZuQd3TMGj2hHe

ySJ6cuAr5ggvfw/escola-sem-homofobia-mec.pdf]. Disponibilidade: 17/11/2018.

______. (2011b) Governo defende a luta contra práticas homofóbicas, diz presidenta,

publicado em [http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/brasil_sem_homofobia.pdf].

Disponibilidade: 17/11/2018.

______. (2011c) Unesco dá parecer favorável à distribuição de material contra

homofobia nas escolas, publicado em [http://www.brasil.gov.br/cidadania-ejustica/2011/02/unesco-da-parecer-favoravel-a-distribuicao-de-material-contra-homofobianas-escolas]. Disponibilidade: 17/11/2018.

______. Tribunal Superior Eleitoral. (2018) Facebook e YouTube têm 48h para retirar do

ar vídeos com inverdades sobre livro de educação sexual, publicado em

[http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2018/Outubro/facebook-e-youtube-tem-48-

horas-para-retirar-do-ar-videos-com-inverdades-sobre-livro-de-educacao-sexual].

Disponibilidade: 16/10/2018.CANABARRO, Ronaldo. (2013) História e direitos sexuais no

Brasil: o movimento LGBT e a discussão sobre a cidadania, publicado em: II Congresso

Internacional de História Regional,

[http://www.direito.mppr.mp.br/arquivos/File/historiaedireitoscanabarro.pdf].

Disponibilidade: 14/11/2018.

CASARÕES, Guilherme. (2012) Qual o Lugar da Democracia nas Relações Internacionais?

Uma narrativa teórica. Revista Contexto Internacional, 34 (1): 43-77.

CHANG, Haa Joon. (2004a) Instituições e Desenvolvimento Econômico: a “boa governança”

na perspectiva Histórica. In______. Chutando a escada: a estratégia do desenvolvimento

em perspectiva histórica. São Paulo: UNESP, 123-88.

______. (2004b) Políticas de Desenvolvimento econômico: perspectiva histórica das políticas

industrial, comercial e tecnológica. In______. Chutando a escada: a estratégia do

desenvolvimento em perspectiva histórica. São Paulo: UNESP, 29-121.

DAHL, Robert. (2001) Onde surgiu e como se desenvolveu a democracia? Uma breve

história. In______. Sobre a democracia, Brasília: UnB, 17-35.

______ .(2012).Prefácio; Democratização e Oposição Pública. In______. Poliarquia:

Participação e Oposição. São Paulo: EDUSP.

DUARTE, André. (2008) Sobre a biopolítica: de Foucault ao século XXI. Revista Cinética,

(1): 1-16.

ESCÓCIA. (1988). Local Government Act 1988: chapter 9. 1988. Seção 28, 2A(1),

publicado em [https://www.legislation.gov.uk/ukpga/1988/9/pdfs/ukpga_19880009_en.pdf].

Disponibilidade: 17/11/2018.

______ .(2008) Curriculum for excellence: building the curriculum 3: a framework for

learning and teaching, publicado em

[https://www2.gov.scot/resource/doc/226155/0061245.pdf]. Disponibilidade: 16/11/2018.

______. (2018) LGBTI inclusive education working group: report to the scottish ministers,

publicado em

[https://www.gov.scot/binaries/content/documents/govscot/publications/report/2018/11/lgbtiinclusive-education-working-group-report/documents/lgbti-inclusive-education-workinggroup-report-scottish-ministers/lgbti-inclusive-education-working-group-report-scottishministers/govscot%3Adocument]. Disponibilidade: 16/11/2018.

FIGUEIREDO, Marcelo. (2009) Democracia. In______. Teoria geral do Estado. 3 ed. São

Paulo: Atlas, 68-73.

FOUCAULT, Michel. (1987). Vigiar e punir: nascimento da prisão, 27 ed.. Petrópolis:

Vozes.

______.(1988). História da sexualidade 1: A vontade de saber, 15 ed... Rio de Janeiro:

Graal.

GLOBO. (2011) Projeto de distribuir nas escolas kits contra a homofobia provoca

debate, publicado em G1.globo.com [http://g1.globo.com/educacao/noticia/2011/05/projetode-distribuir-nas-escolas-kits-contra-homofobia-provoca-debate.html]. Disponibilidade:

/10/2018.

GRUPO GAY DA BAHIA – GGB. (2018) MORTES VIOLENTAS DE LGBT+ NO

BRASIL RELATÓRIO 2018, publicado em Homofobiamata.files.wordpress.com

[https://homofobiamata.files.wordpress.com/2019/01/relatorio-2018-1.pdf]. Disponibilidade:

/06/2019.

GUIMARÃES, José Dorival da Veiga (2000). Estado e poder. In ______. Ciência Política –

princípios fundamentais do Estado. São Paulo: Edipro, 105-19.

HADDAD, Fernando. (2017) Vivi na pele o que aprendi nos livros. Um encontro com o

patrimonialismo brasileiro, publicado em Revista Piauí

[https://piaui.folha.uol.com.br/materia/vivi-na-pele-o-que-aprendi-nos-livros/].

Disponibilidade: 16/11/2018.

HELD, David; MCGREW, Anthony. (2001) Reconfiguração do poder político?. In______.

Prós e contras da globalização. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 24-36.

LEICESTER, Graham. (1996) Scotland’s Parliament: fundamentals for a new Scotland Act.

Constitution Unit. London: University College London.

LIJPHART, Arend. (2003) Modelos de democracia: desempenho e padrões de governo

em 36 países. Rio de Janeiro: Editora Record.

MAZZOCO, Bruno. (2015) Uma análise do caderno Escola sem Homofobia, publicado em

Novaescola.org [https://novaescola.org.br/conteudo/1579/uma-analise-do-caderno-escolasem-homofobia]. Disponibilidade: 16/11/2018.

MBAYA, Etienne-Richard. (1997) Gênese, evolução e universalidade dos direitos humanos

frente à diversidade de culturas. Revista Estudos Avançados,11 (30): 17-41.

MELLO, Luiz; AVELAR, Bruno de Rezende; MAROJA, Daniela (2012). Por onde andam as

políticas públicas para a população LGBT no Brasil. Revista Sociedade e Estado, 27 (2):

-312.

OECD. (2007) OECD Review of the Quality and Equity of Education Outcomes in

Scotland: diagnostic report, publicado em [www.oecd.org/edu/reviews/nationalpolicies].

Disponibilidade 19/06/2019.

ONU. (2014) Leis pró-LGBT avançam na América Latina, mas exclusão ainda persiste,

diz Banco Mundial, publicado em Nacoesunidas.org [https://nacoesunidas.org/leis-pro-lgbtavancam-na-america-latina-mas-exclusao-ainda-persiste-diz-banco-mundial/].

Disponibilidade 20/06/2019.

PELLENS, Mayara; BASTIANI, Ana Cristina Bacega de; SANTOS, Daniela dos. (2015) A

(re)significação da cidadania na contemporaneidade. Revista Athenas, 4 (1): 2-29.

REVISTA FÓRUM. (2019) Governadores do Nordeste criam “consórcio” que já atua

para trazer médicos cubanos de volta à região, publicado em Revistaforum.com.br

[https://www.revistaforum.com.br/governadores-do-nordeste-criam-consorcio-que-ja-atuapara-trazer-medicos-cubanos-de-volta-a-regiao/]. Disponibilidade: 20/06/2019.

SAMPAIO, J.; ARAÚJO JR, J. L. (2006) “Análise das políticas públicas: uma proposta

metodológica para o estudo no campo da prevenção em Aids”. Revista Brasileira de Saúde

Materno Infantil, 6 (3): 335-346.

SILVA, Ricardo Desidério da. (2015) Educação Audiovisual da Sexualidade: olhares a

partir do Kit Anti-Homofobia. Dissertação de Doutorado em Educação Escolar,

apresentada à Faculdade de Ciências e Letras da Unesp (Orientador: Profa. Dra. Ana Cláudia

Bortolozzi Maia).

SOUZA, C. (2003) Políticas públicas: questões temáticas e de pesquisa. Revista Caderno

CRH, 39 (16): 11-24.

TIME FOR INCLUSIVE EDUCATION. (2017a) About Us, publicado em

[https://www.tiecampaign.co.uk/about]. Disponibilidade: 17/11/2018.

______. (2017b) TIE Campaign Pledge, publicado em: [https://www.tiepledge.co.uk/].

Disponibilidade: 17/11/2018.

TORRES, Marco Antonio. (2010) Direitos humanos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais,

travestis e transexuais) na educação e as lógicas heterossexistas, publicado em Fazendo

gênero 9 – Diásporas, diversidades, deslocamentos

[http://www.fazendogenero.ufsc.br/9/resources/anais/1278195712_ARQUIVO_FazendoGene

ro9MarcoAntonioTorres.pdf]. Disponibilidade: 12/11/2018.

Publicado

2022-11-14