Percepções sobre a escrita acadêmica no contexto de um curso de Licenciatura em Letras-Português

Autores

Palavras-chave:

Escrita. Letramento. Gêneros acadêmicos.

Resumo

A comunidade discursiva acadêmica demanda que seus membros participem de práticas de escrita e leitura concernentes àquele ambiente, como a produção de gêneros que circulam exclusivamente nesta esfera. Desse modo, o presente artigo tem como objetivo compreender como os graduandos e docentes de uma instituição de ensino superior pública concebem estas práticas. Para este fim, analisamos, à luz dos postulados dos Letramentos Acadêmicos, questionários que foram aplicados juntos aos professores e graduandos do 3º e 7º período do curso de Licenciatura em Letras-Português, de uma universidade pública estadual no Nordeste, com o propósito de investigar a prática da escrita no âmbito do curso de Letras/Português, sob o olhar do docente e do discente. Os resultados mostram que os discentes dos dois períodos investigados mostram-se ainda inseguro perante as práticas de escrita e leitura de textos da esfera acadêmica.

Biografia do Autor

Bárbara Olímpia Melo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Doutora e Mestre em Linguística (UFC). Docente da Graduação em Letras/Português, do Programa de Pós-graduação em Letras, da Universidade Esta- dual do Piauí (UESPI). Bolsista de Produtividade da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí - FAPEPI, conforme Edital FAPEPI 011/2021. É líder do grupo de pesquisa “Estudos sobre a linguagem e o ensino da língua portuguesa”.

Cibele Araújo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Graduanda de Licenciatura em Letras-Português da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Membro do grupo de pesquisa Estudos sobre a Linguagem e o Ensino da Língua Portuguesa da UESPI.

Referências

BAWARSHI, Anis S. Gênero: história, teoria, pesquisa, ensino / Anis S. Bawarshi, Mary Jo Reiff ; tradução Benedito Gomes Bezerra [et al.]. São Paulo: Parábola, 2013.

BEZERRA, Benedito. Letramentos acadêmicos e construção da identidade: a produção do artigo científico por alunos de graduação. Linguagem em (Dis) curso – LemD, Tubarão, SC, v. 15, n. 1, p. 61-76, jan./abr. 2015.

BARTHOLOMAE, D. Inventing the university. In: ROSE, M. (Ed.). When a writer can’t write: studies in writer’s block and others composing process problems. New York: Guilford Press, 1985. p. 273-285.BEZERRA E LÊDO. Benedito Gomes e Amanda Cavalcante. Gêneros acadêmi- cos e processos de letramento no ensino superior. In: PEREIRA. Regina Celi. Escrita na universidade. João Pessoa: Editora da UFPB, 2018, p. 175-207.

FERREIRA, M.S.L. Letramentos acadêmicos em contexto de expansão do ensino superior no Brasil. 2013. Tese de Doutorado. Doutorado em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, set. 2013.

FERREIRA, M.S.L. LOUSADA, G.E. Ações do laboratório de letramento acadêmico da Universidade de São Paulo: Promovendo a escrita acadêmica na graduação e na pós graduação. Ilha do Desterro, Florianópolis, SC, v. 69, no3, p. 125-140, set/dez 2016.

GIL. Antonio Carlos et al. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

LEA, M. R.; STREET, B. V. The “academic literacies” model: theory and applications. Theory Into Practice, v. 45, n. 4, p. 368-377, 2006. Traduzido por: Fabiana Komesu e Adriana Fischer. Disponível em: <http://www.revis- tas.usp.br/flp/article/view/79407/95916>. Acesso em 22 de nov. de 2019.

MARCUSCHI. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola editorial, 2008.

MELO, Bárbara Olímpia Ramos de; BEZERRA, Benedito Gomes. A escrita de resumos no quadro dos letramentos acadêmicos de estudantes de graduação. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 21, p. 197-225, 2021.

MENESES, R. A. A escrita acadêmica do pesquisador aprendiz: abstracts em eventos científicos. Orientador: Dra. Williany Miranda da Silva. 2015.. Dissertação – Mestre em Linguagem e Ensino. Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino. Universidade Federal de Campina Grande. Jul. 2015.

SOARES, S. S. Letramento acadêmico: leituras de uma experiência. Pesquisa em Discurso Pedagógico, [s.n.], [n.p.], 2017.

STREET, B. V. Literacy in Theory and Practice. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

STREET, B. V. Letramentos sociais: abordagens críticas do Letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2014.

SWALES, J.M. Genre Analysis: English in Academic and Research Settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

SWALES, J. M. Sobre modelos de análise do discurso. In: BIASI-RODRIGUES, Bernardete; ARAÚJO, Júlio César; SOUSA, Socorro Cláudia Tavares de (Orgs.). Gêneros textuais e comunidades discursivas: um diálogo com John Swales. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009. (Coleção Leitura, Escrita e Oralidade).

THOMAZINI E CRISTOVÃO. Gisele Silva e Vera Lúcia. Letramento acadêmico no curso de letras inglês: práticas de leitura e escrita no ensino superior e implicações para a formação profissional. In: PEREIRA. Regina Celi. Escrita na universidade. João Pessoa: Editora da UFPB, 2018, p. 85-113.

Downloads

Publicado

08.08.2022

Como Citar

Melo, B. O., & Araújo, C. K. . (2022). Percepções sobre a escrita acadêmica no contexto de um curso de Licenciatura em Letras-Português. DISCURSIVIDADES, 11(2), e1122205. Recuperado de https://revista.uepb.edu.br/REDISC/article/view/1028